Paraná – Enfermeiros e médicos que compõem as tripulações aeromédicas da Unidade Aérea Pública da SESA/SAMU do Paraná realizaram no período de abril a junho, treinamentos teórico e prático para operadores de suporte médico, conforme o Regulamento Brasileiro da Aviação Civil nº 90 (RBAC 90) da Agência Nacional de Aviação Civil (ANAC).

O curso compreendeu sete semanas de atividades teóricas on-line, mais atividades práticas, com carga horária total de 55 horas-aula. 100% dos operadores de suporte médico da Secretaria de Saúde/SAMU, pilotos e mecânicos realizaram os treinamentos. A iniciativa inédita teve o objetivo de aprimorar e capacitar as equipes de saúde para o atendimento pré-hospitalar e inter-hospitalar com emprego de helicóptero.

Treinamento teórico on-line 

Como requisito para o treinamento prático, os profissionais de saúde da UAP SESA/SAMU PR receberam instrução teórica por meio de ferramenta on-line, com carga horária de 42 horas-aula, permitindo que todos pudessem participar das aulas ao vivo, sem interromper suas rotinas de trabalho, além de abordar as melhores práticas de segurança.

O módulo teórico foi um projeto realizado e desenvolvido em parceria com a empresa Evoluigi Treinamento e Desenvolvimento, responsável pelo Portal Resgate Aeromédico, sem qualquer custo para o Estado do Paraná.

Os instrutores da UAP e da Evoluigi | Resgate Aeromédico ministraram todo o currículo de solo necessário, alcançando todos os resultados esperados. Além dos estudos de casos clínicos e operacionais, o curso abordou temas sobre direito aeronáutico; legislação especial dos profissionais de saúde; formação e capacitação das equipes aeromédicas; regulação da aviação civil; segurança nas operações aéreas; sobrevivência; fisiologia de voo; regulação médica e infraestrutura hospitalar; transporte aeromédico adulto, pediátrico e neonatal; biossegurança e EPI; POP e checklist; novas tecnologias para o serviço aeromédico e muito mais.

Os médicos Mauricio Lemos, Marcos Bitencourt e Michele Grippa; a enfermeira Mileni de Camargo, os professores Eduardo Beni e Marcelo Guerrante; o fisioterapeuta Paulo Segalla; e a consultora de RH Bettyna Beni, foram os instrutores do módulo teórico.

Treinamento Prático

Para a realização dos exercícios práticos, com carga horária de 13 horas-aula, a UAP SESA/SAMU PR realizou programação especial para permitir que o treinamento fosse feito sem interferir na operacionalidade das bases e com toda a segurança necessária. O treinamento foi realizado em Maringá, Ponta Grossa, Cascavel e Londrina.

Os operadores de suporte médico treinaram pré-voo da aeronave; embarque e desembarque de vítima; segurança da área de giro; embarque e desembarque em baixa altura; abertura de portas para auxílio de pouso em áreas não cadastradas; embarque de vítima com aeronave acionada; check de Portas; e noções de manutenção e abastecimento de helicópteros.

Os médicos Mauricio Lemos, Marcos Bitencourt e Etore Luziardi; e a enfermeira Mileni de Camargo, foram os instrutores do módulo prático.

Para o médico Vinicius Filipak, Diretor de Gestão em Saúde na SESA do Paraná, “o Governo do estado do Paraná está na vanguarda da qualificação dos seus profissionais de resgate para oferecer o melhor atendimento à população”.

Escreva um comentário

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site.

vinte − sete =

Comentários que contrariem a lei, a honra e a intimidade serão moderados.

Comentários

comentários