Secretário de Transportes dos EUA anuncia isenções da FAA para produção de TV e filmes comerciais de UAS

- Anúncio -
Print Friendly, PDF & Email

Seis empresas podem agora voar pequenos UAS seguindo os procedimentos de segurança aprovados pela FAA.

O Secretário de Transportes dos Estados Unidos, Anthony Foxx, anunciou hoje que a Administração Federal de Aviação (FAA) concedeu isenções regulamentares a seis produtoras de vídeos e fotografias aéreas; o primeiro passo para permitir que a indústria televisiva e de filme use sistemas aéreos não tripulados (UAS) no Sistema Aeroespacial Nacional. O Secretário Foxx fez o anúncio durante uma teleconferência com Michael Huerta, administrador da FAA, e Chris Dodd, presidente e diretor executivo da Motion Picture Association of America, Inc.

090813-uas4

O Secretário Anthony Foxx também determinou que os UAS a serem usados nas operações propostas não necessitam do certificado de aeronavegabilidade emitido pela FAA, baseado no fato de que eles nao apresentam ameaças aos usuários do espaço aéreo nacional ou à segurança nacional. Estes dados vão de acordo com a seção 333 do Ato de Reforma e Modernização de 2012.

“O anúncio de hoje é um marco significativo ao ampliar o uso comercial de UAS enquanto assegura que mantemos nossos registros de segurança de alto nível em todas as formas de voo,” disse Foxx. “Essas empresas estão abrindo um caminho que outras já estão seguindo, oferecendo a promessa de novos avanços na manutenção e segurança utilitária e na agricultura.”

As empresas solicitaram à agência que esta concedesse isenções de regulamentos que tratassem das regras gerais de voo, dos requisitos para obtenção de licença de piloto, dos manuais, da manutenção e das ordens de equipamentos. Para receber as isenções, as empresas tiveram que mostrar que as suas operações com os UAS não afetariam negativamente a segurança, ou ao menos forneceriam um nível de segurança igual às regras que elas buscam isenções.

Nos pedidos, as empresas disseram que os operadores obterão licenças de piloto privadas, manterão os UAS à vista em todos os momentos e restringirão os voos “aos campos estéreis” da área. Ao conceder a isenção, a FAA aceitou estas condições de segurança, mas acrescentou inspeções das aeronaves antes de cada voo e proibiu operações à noite. A agência também irá emitir Certificados de Renúncia ou Autorização (COAs) que determinem as regras de voo e os relatórios de quaisquer acidentes ou incidentes.

“Os candidatos apresentaram os manuais de voo dos UAS com os procedimentos de segurança bem detalhados, o que foi um fator chave para a nossa aprovação dos seus pedidos,” disse o administrador da FAA, Michael Huerta. “Estamos completamente satisfeitos, pois essas operações não vão apresentar um perigo para outras aeronaves ou para as pessoas e seus bens em solo.”

A Motion Picture Association of America facilitou os pedidos de isenção em nome destes seis membros: Astraeus Aerial, Aerial MOB, LLC, HeliVideo Productions, LLC, Pictorvision Inc, RC Pro Productions Consulting, LLC dba Vortex Aerial, and Snaproll Media, LLC. A FAA solicitou informações adicionais da Flying-Cam, Inc., a sétima empresa de vídeo aéreo que pediu isenções junto com este grupo, em junho. A agência está trabalhando em colaboração com a empresa para obter as informações necessárias.

A FAA incentiva outras associações da indústria a trabalhar com as partes interessadas para desenvolver manuais de segurança e procedimentos operacionais padrões que ajudem a facilitar petições semelhantes.
A partir de hoje, a agência está considerando 40 pedidos de isenções vindo de outras entidades comerciais.

Para visualizar as isenções concedidas pela FAA, visite o site (em inglês):
http://www.faa.gov/uas/legislative_programs/section_333/

Para maiores informações sobre a FAA e o UAS, acesse (em inglês):
http://www.faa.gov/about/initiatives/uas/

Fonte: FAA

- Anúncio -

1 COMENTÁRIO

Escreva um comentário

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site.

Comentários que contrariem a lei, a honra e a intimidade serão moderados.

Comentários

comentários