Transplantes têm reforço aéreo com inauguração de heliponto em hospital de Blumenau/SC

A Parati branca plotada com os adesivos do Hospital Santa Isabel de Blumenau/SC diminuiu o ritmo de trabalho desde o começo do ano. Usada para o transporte de órgãos a serem transplantados na unidade, o carro agora está sendo substituído por helicópteros.

Com a liberação da Agência Nacional de Aviação Civil (Anac) em 2 de janeiro, o heliponto do hospital já recebe aeronaves para procedimentos médicos de urgência e emergência e transplantes. Depois do treinamento de 32 funcionários diretamente envolvidos com os atendimentos originários dos pousos, entre os dias 12 e 16 de março, a área estará pronta para receber também helicópteros comerciais.

O projeto para a construção do heliponto foi desenvolvido depois da enchente de 2008. Visando expandir as ações do hospital diante de catástrofes, a obra começou em janeiro de 2009 e foi concluída em outubro de 2011, com recursos dos governos estadual e federal. O valor total da estrutura foi de R$ 800 mil.

– Fizemos todos os acessos necessários para a aeronave chegar com pacientes e o ponto ainda poderá ser usado à noite – explica o diretor administrativo do hospital, Juliano Peters.

A área tem aproximadamente mil metros quadrados, com capacidade para aeronaves de até seis toneladas e fica nos fundos da unidade, no ponto mais alto do terreno. Desde 2 de janeiro, o local já recebeu helicópteros de forças como a Polícia Rodoviária Federal (PRF) e Corpo de Bombeiros.

No treinamento que começa na próxima segunda-feira, os colaboradores serão orientados sobre como agir em caso de acidentes, a como operar os procedimentos de pouso no heliponto e a rotina adotada desde o aviso da chegada da aeronave até o atendimento dos pacientes. Dia 16, será feita uma simulação de acidente com resgate por helicóptero, que envolverá autoridades da cidade.

Diante de uma média de quase 18 transplantes por mês em 2011, Peters acredita que dentro de um ano a utilização do novo ponto deve aumentar consideravelmente:

– Queremos dar mais acessibilidade aos pacientes e órgãos que chegam ao hospital. No ano passado tivemos 214 transplantes e acredito que até 2013 o heliponto será usado intensamente para esses procedimentos médicos.

Fonte: AviaçãoPRF

2 COMENTÁRIOS

  1. ISSO É ÓTIMO! EM MINAS GERAIS A IMPLEMENTAÇÃO DO HELIPONTO DO HOSPITAL DE PRONTO SOCORRO JOÃO XXIII TAMBÉM AUMENTOU CONSIDERAVELMENTE A CAPACIDADE DE RESPOSTA DOS ÓRGÃOS QUE ATUAM NAS AÇÕES DE SALVAMENTO. PARABÉNS AOS RESPONSÁVEIS PELO PROJETO E ÓTIMOS POUSOS A TODOS!!!

    FARLEY, CAP CBMMG
    BOA

  2. Parabéns à administração do Hospital, o qual enaltece o compromisso com a vida e eleva o nome do Município. Regularmente utilizamos este heliponto, o qual foi muito bem feito e sinalizado. Gostaríamos muito que os Hospitais públicos de Joinville tivessem o mesmo comprometimento.

    Cap Machado
    2ª/BAPM SC

Escreva um comentário

dois × 5 =

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do site.
Ao enviar esse comentário você concorda com nossa Política de Privacidade.

Comentários

comentários