CIOPAer/MT apoia Sema no monitoramento de desmatamentos em 20 municípios

- Anúncio -
Print Friendly, PDF & Email

Os técnicos da Secretaria de Estado do Meio Ambiente (Sema) iniciam monitoramento aéreo para levantar as coordenadas geográficas dos desmatamentos ilegais na região Norte do Estado do Mato Grosso, informa a assessoria da Sema.

dematamentoUm polígono de aproximadamente nove milhões de hectares será monitorado incluindo os municípios onde a situação é mais critica entre eles, Santa Carmem, Vera, Feliz Natal, Nova Ubiratã e Cláudia, totalizando 20 municípios.

Na próxima semana, a equipe de fiscalização em terra deve chegar a essas áreas. A operação é uma parceria entre as secretarias de Meio Ambiente e de Segurança Pública, por meio do Centro Integrado de Operações Aéreas (Ciopaer/MT).

A Sema diz que de novembro do ano passado o fim de março autuou e embargou quase seis mil hectares desmatados ilegalmente, em áreas passíveis de desmatamento (mas que não possuíam autorização), áreas de reserva legal, de preservação permanente e de exploração seletiva. Nesse período foram emitidos 30 autos de infração, 25 termos de embargo e 42 autos de inspeção.

O secretário de Estado do Meio Ambiente, José Lacerda, disse, ao comentar os números divulgados na semana passada pelo Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais (Inpe), que “todas as providencias estão sendo tomadas no sentido de que essas áreas sejam autuadas e embargadas. Não vamos permitir o desmatamento ilegal”.

Para isso, serão ampliadas as ações de fiscalização, por meio de um Termo de Cooperação Técnica que será assinado com a Polícia Rodoviária Federal (PRF), Instituto Brasileiro de Meio Ambiente e dos Recursos Naturais Renováveis (Ibama), Secretaria Estadual de Segurança Pública (Sesp) e Ministério Público Estadual.

Outra medida anunciada por José Lacerda é a instalação da Delegacia Especializada do Meio Ambiente (Dema), dentro da Sema, o que vai agilizar o procedimentos judiciais e diligencias repressivas ao desmatamento ilegal e atividades contra o meio ambiente.

DESMATAMENTO – Segundo dados do Inpe, os alertas de desmatamento ilegal subiram 26% nos últimos sete meses, no intervalo entre 1º de agosto de 2012 e 28 fevereiro de 2013, em comparação com o mesmo período anterior, de 1º de agosto de 2011 a 28 de fevereiro de 2012.

Os dados do Deter apontam crescimento dos índices de desmatamento na Amazônia com o registro de alertas em Mato Grosso (734 km²), seguido do Pará (428 km²), Rondônia (270 km²), Amazonas (151 km²) e Roraima (50 km²).

Fonte: InterJornal e Sema.

- Anúncio -

Escreva um comentário

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site.

Comentários que contrariem a lei, a honra e a intimidade serão moderados.

Comentários

comentários