GRAER/PR simula resgate de vítima de afogamento em Guaratuba

O Grupamento Aeropolicial – Resgate Aéreo (Graer), da Polícia Militar do Paraná (PM), realizou nesta terça-feira (8/2/2011) a simulação de um resgate de vítimas de afogamento no mar em Guaratuba, no litoral do Paraná. A operação faz parte do treinamento dos guarda-vidas que farão a segurança dos banhistas nas praias do litoral paranaense fora do período de temporada.

De acordo com o capitão Wilian Fávero, piloto de helicóptero do Graer, o objetivo da simulação é verificar se todo o treinamento oferecido aos guarda-vidas durante a Operação Verão foi assimilado.

Oito bombeiros participaram da operação, onde um guarda-vidas faz o papel da vítima permanecendo na água e os demais treinam as técnicas utilizadas para o salvamento. “O treinamento tenta chegar o mais próximo possível da realidade. Esta é uma operação que requer muita técnica e a gente não pode deixar de qualificar os guarda-vidas porque qualquer dúvida que apareça no momento da ação pode colocar em risco toda a operação”, explicou.

Atendimentos

Segundo Fávero, durante a Operação Verão e em finais de semana de maior movimento um helicóptero permanece o tempo todo no litoral para participar das operações. Até a tarde de ontem, o Graer havia participado diretamente de 24 atendimentos nesta temporada.

Já nos restantes ao longo do ano, a equipe permanece em Curitiba e se desloca em situações de emergência, chegando ao litoral entre 15 e 18 minutos. De acordo com o capitão, na maior parte destes casos, o equipamento realiza o transporte de vítimas de afogamento para atendimento médico em outras localidades.

Para atender todo o Paraná, a PM conta com três helicópteros que atuam em operações policiais e de resgate. Em julho o atendimento deverá ser ampliado com a chegada de um novo equipamento adquirido pela corporação.


Fonte: O Estado do Paraná


Escreva um comentário

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site.

2 × 1 =

Comentários que contrariem a lei, a honra e a intimidade serão moderados.

Comentários

comentários