- Anúncio -

São Paulo – O serviço de resgate do Estado de São Paulo formado pelo Grupo de Resgate (GRAU) da Secretaria de Saúde, pelo Corpo de Bombeiros e pelo Comando de Aviação da Polícia Militar, completou 30 anos no dia 20 de fevereiro de 2020, data de sua implantação oficial, com mais de 7 milhões de pessoas atendidas.

O GRAU foi criado com o objetivo de fornecer serviços médicos através da atuação integrada com o Corpo de Bombeiros e Comando de Aviação da Polícia Militar, no Estado de São Paulo. Nesses 30 anos, o serviço tornou-se uma referência nacional e internacional nas atividades de resgate e trauma realizados no Estado.

Em 2018, o Grupo de Resgate e Atenção às Urgências e Emergências (GRAU), passou a ser denominado como Grupo de Resgate (GRAU), mas foi em 22 de maio de 1989 que surgia em São Paulo o Projeto Resgate, através da resolução conjunta SS/SSP nº 042, de 22/05/89, assinada entre a Secretaria de Estado da Saúde e a Secretaria da Segurança Pública.

Águia da PM de SP e GRAU. Foto: Johnny Muga De Chiara.

Em fevereiro de 1990, o serviço integrado teve início efetivamente, com atuação na Região Metropolitana de São Paulo e em 10 municípios do Estado, empregando à época 36 Unidades de Resgate, 02 Unidades de Suporte Avançado e 01 Unidade de Resgate Aeromédico (helicóptero). Ao longo das décadas as atividades de resgate foram sendo aperfeiçoadas e ampliadas no Estado de São Paulo.

Atualmente o serviço é regulamentado pelo Decreto Nº 38.432/1994 e pelo Decreto Nº 58.931/2013. O Corpo de Bombeiros, Polícia Militar e GRAU atuam integrados e utilizam 400 ambulâncias de resgate em todo Estado, além dos helicópteros do Comando de Aviação, distribuídos em 11 Bases. Em 30 anos foram mais de 7 milhões de pessoas atendidas, entre vítimas de trauma e casos clínicos.

Por ano, são gastos R$ 210 milhões para o funcionamento do sistema. As equipes formadas por médicos e enfermeiros do GRAU trabalham nas ambulâncias, helicópteros e Central de Regulação do COBOM (Centro de Operações do Corpo de Bombeiros) e passam por treinamentos e capacitações para integrarem as equipes formadas por bombeiros e policiais militares.

Copa América: Corpo de Bombeiros, GRAU e Via Quatro realizam simulado de atendimento a múltiplas vítimas. Foto: Divulgação Corpo de Bombeiros.

Em todo Estado são cerca de 180 médicos e enfermeiros prontos e preparados para atuar em situações de resgate aéreo e terrestre, busca, salvamento, além de missões humanitárias, de desastres e também em ações que envolvam agentes biológicos e químicos.

Na página do GRAU no Facebook, foi destacada uma mensagem de comemoração pelos 30 anos salvando vidas: “Parabéns à Família Resgate por acreditarem em um projeto que salvou muitas vidas. Há 30 anos partindo em 30 segundos para o atendimento às vítimas de acidentes. GRAU-Grupo de Resgate/SES-SP, Corpo de Bombeiros e Comando de Aviação da Polícia Militar do Estado de São Paulo, uma fusão de sucesso,…. há muito tempo!. Amar, Acreditar e Agir!”.

Vídeo: Mauricio Cesar Oliveira

- Anúncio -

Escreva um comentário

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site.

Comentários que contrariem a lei, a honra e a intimidade serão moderados.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Comentários

comentários