Menina de 13 anos forja sequestro e mobiliza helicóptero da polícia do DF

Distrito Federal – Uma menina de 13 anos que forjou ter sido vítima de sequestro seguido de estupro para chamar atenção do ex-namorado mobilizou nesta quarta-feira (25) um helicóptero e quatro agentes da Polícia Civil do Distrito Federal nas buscas por ela. O caso aconteceu nesta manhã, em São Sebastião.

policiacivil620

De acordo com o delegado da 30ª DP, Erito Pereira, a adolescente ligou para o ex-namorado dizendo ter sido sequestrada e estuprada por dois homens. O rapaz relatou o caso à polícia, que passou a investigar o caso.

Durante as buscas, a garota foi contatada em seu próprio celular, o que levantou suspeitas dos agentes. Após tentar despistar a polícia com informações desencontradas sobre a sua localização, a jovem foi encontrada pelos agentes da equipe aérea.

Segundo a polícia, ela confirmou ter simulado os crimes apenas quando já estava na delegacia e pediu para que a história não fosse divulgada. Logo após a confissão, os pais da garota, que estavam em estado de choque, foram comunicados sobre o que havia acontecido.

Segundo Erito Pereira, a intenção da adolescente era comover o ex-namorado para que eles reatassem o namoro. Pereira disse que, apesar das suspeitas de que o crime era falso, é “obrigação da polícia investigar e encontrar a suposta vítima.”

“Em uma situação como essa, até que se prove o contrário, temos que tratar o caso como crime. Se não a encontrássemos, a engenharia seria muito maior, pois teríamos que acionar o Corpo de Bombeiros, cães farejadores. Do ponto de vista da Polícia Civil, a operação foi um sucesso.”

De acordo com a corporação, o custo operacional para que o helicóptero da DOA seja utilizado é de R$ 5 mil por hora de voo. Segundo os agentes, foram quase duas horas de buscas.

A adolescente será encaminhada à Delegacia da Criança e do Adolescente e responderá por ato infracional análogo a falsa comunicação de crime.

Fonte: G1.

Escreva um comentário

quatro × 1 =

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do site.
Ao enviar esse comentário você concorda com nossa Política de Privacidade.

Comentários

comentários