Problematização do Tiro de Contenção Embarcado em Aeronaves da Polícia Militar do Estado do Rio de Janeiro

- Anúncio -
Print Friendly, PDF & Email

Maj Rogério Cosendey Perlingeiro
Maj Fernando Salles de Mendonça
Cap André Mauricio Penha Brasil

Resumo

Desde o início das operações com helicópteros os tripulantes operacionais (TO) foram treinados para executar tiros com a maior precisão possível e, principalmente, a identificar com clareza as tropas e ameaças a segurança da aeronave. Considerando que no ambiente em que opera o helicóptero não existem cobertas e abrigos, as únicas defesas são o vôo a baixa altura, velocidade e o Tiro de Contenção (TC). [8]

Problematização do Tiro de Contenção Embarcado em Aeronaves da Polícia Militar do Estado do Rio de Janeiro

O presente artigo tem por finalidade analisar a forma de execução e a necessidade de realização do TC a partir de aeronaves do Grupamento AeroMóvel(GAM) bem como a justificativa para tal prática, e comparar com outras unidades aéreas, policiais ou não. A metodologia do estudo visa, através da observação do histórico da unidade e dos relatórios de consumo de munição nos seus dez anos de existência, confrontar as horas voadas em operação, com ou sem a realização de disparos de armas de fogo, com os resultados obtidos em termos de policiais, civis e elementos hostis feridos, além disso serão realizadas entrevistas com os envolvidos.

A análise da relação entre o número de disparos e o número de feridos nas operações em que o GAM/Policia Militar do Estado do Rio de Janeiro (PMERJ) prestou apoio às Unidades operacionais (UOp)/ Unidades Operacionais Especiais (UOpE) da PMERJ e em outros estados é de fundamental importância para justificar tal prática pelos TO.

Palavras-chave: Tiro de Contenção, Grupamento AeroMóvel, Helicópteros, Disparos de Aeronaves

 Niterói, 30 de dezembro de 2012.


Acesse aqui o artigo completo 


O presente artigo científico foi elaborado a pedido do Comando de Operações Especiais da Polícia Militar do Estado do Rio de Janeiro. Os autores são integrantes do Grupamento AeroMóvel (GAM) da PMERJ.


- Anúncio -

1 COMENTÁRIO

  1. Excelente material produzido pelos especialistas em tiro policial do GAM! Ha muito tempo venho levantando a bandeira de que A PRODUCAO DE TRABALHOS CIENTIFICOS EH INDISPENSAVEL PARA A SOBREVIVENCIA DA UNIDADE! Mas mesmo com todo o amparo tecnico-cientifico, vale lembrar o recente (triste) episodio o ocorrido com o Cmte Adonis, do SAER-PCERJ: mesmo apos uma BEM SUCEDIDA OPERACAO, com utilizacao de boa comunicacao, imageador termico, etc, a tripulacao foi questionada, em rede nacional de televisao, se deveria agir como agiu… Se nos fossemos aquaviarios, eu diria que “o mar nao esta pra peixe”; como somos aeronautas, faco raciocinio analogo: “o ceu nao esta para os audazes”! Bons voos e PRUDENCIA a todos! Cmte Rodrigo Duton – MAJ PMERJ / Fundador do GAM; Tripulante Operacional (CTO 2002) e Comandante de AS-350

Escreva um comentário

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site.

Comentários que contrariem a lei, a honra e a intimidade serão moderados.

Comentários

comentários