- Anúncio -

Santa Catarina – Na quarta-feira (12), o Grupo de Resposta Aérea de Urgência (GRAU) do SAMU de Santa Catarina e o Batalhão de Operações Aéreas (BOA) do Corpo de Bombeiros realizaram mais um treinamento para Profissional de Saúde Embarcado (PSE).

O primeiro curso aconteceu em novembro de 2019. O treinamento segue o estabelecido pelo artigo 90.45 do Regulamento Brasileiro de Aviação Civil nº 90 (RBAC 90), vigente desde junho de 2019.

O PSE é aquele profissional que atua em aeronaves em situações excepcionais e imprescindíveis à realização de operações aeromédicas. Eles serão acionados quando não estiver a bordo o operador de suporte médico (OSM), enfermeiros e médicos que integram as tripulações aeromédicas na Aviação Pública.

O treinamento foi realizado na Base Aérea da Força Aérea e também na sede do BOA, ambos em Florianópolis, com profissionais do SAMU do Planalto Serrano (Lages e São Joaquim). A instrução orientou as equipes de saúde a atuarem de forma segura quando eventualmente acionados em casos de emergência. Com o treinamento eles poderão atuar nas aeronaves Arcanjos, bem como em outras aeronaves de segurança pública.

No treinamento, os profissionais de saúde aprendem normas de segurança de voo, comportamento em torno e no interior das aeronaves e conhecimentos relacionados a medicina e enfermagem aeroespacial. Ao final do curso sabem indicar e principalmente contra-indicar o emprego dessas aeronaves, dentro da realidade de cada região, levando em consideração também, rede assistencial e geografia local.

Números do SAMU em 2019

Em Santa Catarina, o Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (SAMU) registrou 330.705 mil ocorrências atendidas até o início do mês de dezembro de 2019, nas oito mesorregiões do Estado.

A média mensal de atendimentos é de 3,6 mil/mês, de acordo com relatório divulgado pelo Setor de Estatística da Superintendência de Urgência e Emergência. Por região, a Grande Florianópolis obteve o número mais destacável – 60.394 mil ocorrências no ano.

Em 2019, 18 novas ambulâncias renovaram a frota dos veículos avançados de Santa Catarina, com investimento na ordem de R$ 199 mil para cada ambulância, totalizando R$ 3,5 milhões.

- Anúncio -

Escreva um comentário

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site.

Comentários que contrariem a lei, a honra e a intimidade serão moderados.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Comentários

comentários