Ciopaer do Mato Grosso realiza palestras nas instituições de Segurança

Mato Grosso – Na manhã desta quinta-feira (30.04), o Centro Integrado de Operações Aéreas (Ciopaer), realizou mais uma das séries de palestras nas instituições de Segurança Pública. Desta vez quem recebeu a visita foram os policiais do 24° e 9° batalhão da Polícia Militar.

O objetivo é reforçar o conhecimento dos militares quanto a operacionalidade do Ciopaer, grupamento aéreo da Secretaria de Segurança Pública responsável por atuar nas mais diversas operações no Estado.

destaque4

Além da Polícia Judiciária Civil, Corpo de Bombeiros Militar os servidores do Centro Integrado de Operações de Segurança Pública (Ciosp), também já participaram da palestra.

Segundo um dos participantes da apresentação, tenente-coronel da PM Eduardo Marcosk, entender como é o trabalho um do outro é fundamental para alinhar a resposta dada ao cidadão que é o principal foco. “Muitas vezes não sabemos a amplitude desse tipo de serviço que é o trabalho aéreo, eles tem uma visão de terra e ar e sabemos que quando acionado vai surtir um efeito positivo”, falou.

Atualmente o Ciopaer conta com um efetivo de 69 profissionais da Polícia Militar, Polícia Judiciária Civil e Corpo de Bombeiros capacitados para exercer as funções de tripulante, mecânico e piloto, além da função administrativa no Ciopaer.

Para o comandante do Ciopaer tenente-coronel PM Henrique Correia da Silva Santos, a unidade do Ciopaer é de extrema importância para toda a estrutura de Segurança Pública, porque atua diretamente na cobertura de operações policiais, resgate e salvamento, mostrando resultados eficientes e eficazes sempre em defesa da vida do cidadão.

“As visitas tem o propósito de levar a conhecimento de quando e como podem nos acionar e ajudar nas atividades em solo”, explicou o comandante.

Assessoria/Sesp-MT, por Thaís Olegário.

Escreva um comentário

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site.

dez + 8 =

Comentários que contrariem a lei, a honra e a intimidade serão moderados.

Comentários

comentários