- Anúncio -

São Paulo – Nesse domingo (17), a equipe do helicóptero Águia 15 da Polícia Militar realizava patrulhamento preventivo durante a Operação Verão na praia da Enseada, Guarujá, quando avistou um drone realizando voo sobre banhistas na faixa de areia da praia, a baixa altura.

Após alguns minutos, foi possível observar o operador (piloto) do drone, quando o equipamento retornou. A equipe solicitou apoio aos Guarda Vidas que realizaram a primeira intervenção até a chegada de uma equipe policial da 5ª Cia do 21º BPM/I.

A equipe do Águia pousou na praça Horácio Lafer e esclareceu o ocorrido aos policiais militares, auxiliado na fiscalização do drone, o qual não possuía os documentos obrigatórios, como homologação da ANATEL, certidão de cadastro na ANAC e solicitação de voo do SARPAS.

A equipe policial conduziu o piloto e o drone (Modelo Phanton 4 da DJI) para o Distrito Policial Sede do Guarujá. O delegado de plantão confeccionou BOPC com base no artigo 132 do Código Penal: “Expor a vida ou a saúde de outrem a perigo direto e iminente”. A pena é de detenção, de três meses a um ano.

- Anúncio -

Escreva um comentário

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site.

Comentários que contrariem a lei, a honra e a intimidade serão moderados.

Comentários

comentários