Força Nacional e Polícia Federal adquirem avião da Embraer para grandes operações

- Anúncio -
Print Friendly, PDF & Email

Brasília – A Embraer entregou em 02/09/2009 ao Ministério da Justiça, em cerimônia simbólica, um novo avião com capacidade para 50 passageiros que será usado em operações da Polícia Federal e da Força Nacional.

Trata-se de uma aeronave Embraer EMB-145XR, cuja compra foi resultado de um acordo de cooperação entre os dois órgãos para ampliar a capacidade aérea no âmbito do Ministério da Justiça. É a segunda aeronave EMB-145 a ser operada pela Polícia Federal.

Segundo o ministro da Justiça, Tarso Genro, a aeronave vai dar mais agilidade às operações. “Esse avião dá à Força Nacional uma agilidade para que, entre 24 e 48 horas, ela esteja à disposição dos governadores, em qualquer ponto do país, além de reforçar a frota da Polícia Federal, em função do combate aos crimes ambientais e, obviamente, do combate à corrupção”, afirmou.

De acordo com o secretário de Segurança Pública do Ministério da Justiça, Ricardo Balestreri, já foram investidos cerca de R$ 160 milhões na compra de aeronaves para os estados, em 2008 e 2009. Esses investimentos vão ajudar a modernizar a segurança no país, de acordo com ele.

“Estamos criando um novo status na área de aviação de segurança, para podermos chegar naquilo que eu chamo de Brasil profundo, que são as populações ribeirinhas, populações sertanejas que não são atingidas pelas viaturas”, explicou.

O diretor-geral da Polícia Federal, Luiz Fernando Corrêa, disse que, antes, era preciso pedir à Força Aérea que cedesse um avião quando era realizada uma grande operação. “Vamos continuar precisando da Força Aérea, mas bem menos e com uma única aeronave, considerando que há períodos de manutenção. Quando precisávamos, nossa única estava no solo. Com duas, vamos ter sempre uma em condições de voar”, afirmou.

O contrato de aquisição da aeronave incluiu treinamento de vôo prático para pilotos, um ano de manutenção, além de diversos equipamentos de apoio.


Fonte: Agência Brasil


- Anúncio -

4 COMENTÁRIOS

  1. Grandes operações justificam os investimentos. As populações ribeirinhas mais distantes do nosso país realmente necessitam de reconhecimento, até para que tenham acesso à informação acelerando assim o processo de inclusão social. Contudo preocupo-me com a possibilidade de que todo esse investimento seja utilizado somente nas situações de calamidade pública, pelas quais passam aquelas comunidades nos momentos de tragédia, em verdadeiras “operações de guerra”. Deve haver, sobretudo, vontade política para sedimentar uma rotina nos “tempos de paz”. É o que eles carecem realmente…Sou ribeirinho também….

  2. Boa noite, sou Piloto de Linha Aérea e gostaria de saber como faço ou como posso ser contratado como piloto na policia federal. Gostaria muito de fazer parte deste quadro de pilotos da PF. Aguardo resposta, obrigado.

Escreva um comentário

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site.

Comentários que contrariem a lei, a honra e a intimidade serão moderados.

Comentários

comentários