Grupo de Trabalho se reúne em Brasília para discutir proposta de regulamento da AvSegPub

- Anúncio -
Print Friendly, PDF & Email

Acontecerá em Brasília, nos dias 7 e 8 de março de 2012, a segunda reunião do Grupo de Trabalho criado pela Portaria n.º 2.157, de 23 de setembro de 2011.

A reunião terá como pauta a análise final da minuta referente à legislação aeronáutica de Segurança Pública.

Nesta reunião participarão representantes da Polícia Federal, Polícia Rodoviária Federal, Polícias Militares do Ceará, Santa Catarina, Rio de Janeiro, Goiás, Rio Grande do Sul e Minas Gerais, Polícias Civis de Goiás e Pará e Corpo de Bombeiros do Rio Grande do Norte.

Esses órgãos estarão representados pelas seguintes pessoas:

  • Milton Kern Pinto – Ten Cel PMSC – SENASP
  • Rubens José Maleiner – Delegado do DPF
  • Zafenate-Panéia Carvalho Lima – Inspetor do DPRF
  • Nirvando Monteiro Vieira – Cel PMCE
  • Eduardo Brandão Luiz Ribeiro – Cel PMERJ
  • Mauro Douglas Ribeiro – Cel PMGO
  • Oscar Luiz Moiano – Ten Cel BMRS
  • Carlos Alberto Luvizetto Selistre – Ten Cel BMRS
  • Laércio dos Reis Gomes – Cel PMMG
  • Nelson Sobreira de Oliveira – Delegado da PCPA
  • Osvalmir Carrasco Melati Junior – Delegado da PCGO
  • Paulo Rogério de Andrade Lima – Ten Cel CBMRN

O resultado dessa reunião e a finalização dessa proposta é aguardada por toda a Aviação de Segurança Publica e de Defesa Civil do Brasil, bem como dos demais órgãos que operam aeronaves na Administração Pública. Aguardemos novidades.

Fonte: Piloto Policial

- Anúncio -

5 COMENTÁRIOS

  1. Como política do site não publicamos comentários anônimos, mesmo sabendo da insatisfação com relação ao conteúdo dessa matéria. Prezamos pela transparência em todos os atos, entretanto, é importante que essas manifestações tenham autoria para que sejam publicadas.

    Atenciosamente

    Equipe Piloto Policial

  2. Esperamos que a Aviação de Estado não se torne apenas um mito e que os especialistas reunidos em Brasília não percam de vista a importância de uma legislação que viabilize a concretização deste conceito, não se limitando apenas à segurança pública e defesa civil.
    Como Chefe da Divisão de Operações Aéreas da Receita Federal do Brasil lamento que nossa Instituição tenha sido apartada deste processo, principalmente se considerarmos que já houve o reconhecimento do Governo Federal da atuação da RFB no âmbito do Plano Estratégico de fronteiras.
    Desejamos sucesso nos trabalhos!
    Aguardamos ansiosamente que a Aviação de Estado atue sob legislação específica, consoante a previsão da Convenção de Chicago.

  3. DEPOIS DA EXTINÇÃO DA AEAP E CONSEQUENTEMENTE O CONAV, VEJO QUE FINALMENTE ALGO ESTÁ SAINDO DO PAPEL E TOMANDO FORMA.
    PARABÉNS AOS IDEALIZADORES DESTA EMPREITADA,ONDE ESPERO QUE VENHAM A CUMPRIR OS OBJETIVOS PRECÍPUOS.
    COMO CIDADÃO E NO DIREITO DE QUESTIONAMENTOS, FAÇO ALGUMAS INDAGAÇÕES LEGÍTMAS:

    1 – PORQUE OS DEMAIS ESTADOS NÃO FORAM CONVIDADOS A PARTICIPAR DE TAL EVENTO CONFORME VERSA O PARÁGRAFO ABAIXO???

    § 1o A SENASP deverá convidar para integrar o presente Grupo de Trabalho 1 (um) representante institucional das respectivas Secretarias de Segurança Pública de cada Estado da Federação e do Distrito Federal, que deverá obrigatoriamente atuar com aviação em segurança pública.

    2 – SE FOR POR COMPETÊNCIA REPRESENTATIVA ALGUNS NOMES ORA ESCOLHIDOS SÃO GESTORES DE ELEVADO CONHECIMENTO NA ÁREA, COMO É O CASO DOS REPRESENTANTES DO CE, MG, GO E DPF. JÁ OUTROS…. DEIXO QUE OS DEMAIS LEITORES FORMEM JUIZO.

    PEÇO A DEUS QUE ILUMINE OS HOMENS DE BOM CORAÇÃO PRESENTES NESSA COMISSÃO E QUE AS DECISÕES TOMADAS VENHAM A DAR PROSEGUIMENTO AOS IDEAIS ORA PLANTADOS POR AQUELES QUE OUTRORA DEDICARAM SEU TEMPO E SACRIFICARAM SUAS FAMÍLIAS, NÃO PARA SATISFAZER SEUS INTERESSES PESSOAIS E INSTITUCIONAIS, MAS PARA SIM ENGRANDECER A AVIAÇÃO POLICIAL COMO UM TODO ATRAVÉS DA AJUDA MÚTUA AOS ESTADOS MEMBROS.

    A TODOS UM BOM TRABALHO E FIQUEM COM DEUS.

  4. ACREDITO QUE EM TODA E QUALQUER ORGANIZAÇÃO GOVERNAMENTAL DO BRASIL, QUANDO SE VISLUMBRA ALGUMA MUDANÇA E CRIA-SE UM GRUPO PARA DISCUSSÃO, INICIALMENE SÓ ALGUNS GESTORES SÃO ESCOLHIDOS PARA PARTICIPAR, E EM SEGUIDA, OS DEMAIS MEMBROS COMEÇAM TAMBÉM A SE ENGAJAREM.
    ACREDITO QUE ESSE É O “NORTE” QUE SERÁ SEGUIDO PELO GRUPO DE TRABALHO, POIS SEM UMA REPRESENTAÇÃO DE TODOS OS SEGUIMENTOS DE NOSSA AVIAÇÃO, A REGULAMENTAÇÃO PODERÁ DEIXAR DE ABORDAR ALGUM ASPECTO IMPORTANTE E RELEVANTE.
    O QUE TEMOS QUE FAZER AGORA, É DEIXAR DE LADO NOSSAS “VAIDADES E NOSSOS PANOS-PRETOS”, E VIBRAR COM CADA DEGRAU CONQUISTADO POR NOSSA AVIAÇÃO.
    QUE DEUS ESTEJA SEMPRE PRESENTE NA CONDUÇÃO DOS TRABALHOS DO GRUPO DE TRABALHO.
    CAP PMPE ROMILDO – ASP92.

  5. Boa tarde Srs (as). A construção de novos caminhos para a aviação de segurança pública e defesa civil passa pelo debate representtivo das Instituições. Lamento não estarem presentes representantes do CBMDF, CBMRJ, CBMMG, CBMGO, CBMAL e CBMSC que executam os serviços de forma autônoma em seus Estados, e teriam muito a contribuir “DIRETAMENTE” neste processo. Estamos a disposição para indicar membros para tal tarefa. Att, EDUPÉRCIO PRATTS – Ten Cel BM Cmt BOA/CBMSC.

    Tel: 048-88434047
    Twitter:https://twitter.com/#!/ARCANJO_01

Escreva um comentário

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site.

Comentários que contrariem a lei, a honra e a intimidade serão moderados.

Comentários

comentários