Helicóptero Águia atende cerca de duas ocorrências por dia na região de Piracicaba/SP

- Anúncio -
Print Friendly, PDF & Email

São Paulo - GRPAe/PM - BRPAe PiracicabaA Base de Radiopatrulha Aérea de Piracicaba (BRPAe – Piracicaba), formada por uma equipe de 24 policiais militares, entre pilotos, tripulantes e mecânicos de voo, é posta em ação cerca de duas vezes ao dia na região, segundo dados do índice de atendimento policial, que registrou 921 ocorrências em 2011.

Os municípios locados na região e mais 47 cidades do Estado de São Paulo fazem parte do itinerário do policiamento aéreo da base de Piracicaba, criada em agosto de 2010, como unidade de apoio ao Comando de Policiamento do Interior.

De acordo com o 1º Tenente da PM em Piracicaba, Fabrício Rasera, os municípios que mais demandam o serviço emergente do único helicóptero Águia da região são Sumaré e Hortolândia.

“As ocorrências de cunho policial grave acontecem mais em Sumaré e Hortolândia, bem como nos municípios de outras regiões, como Limeira e Piracicaba, atendidas por meio de dois pilotos e tripulantes posicionados para prestar socorro”, revelou.

A atuação dos helicópteros Águia na região ocorre a partir de episódios de resgate e salvamento, catástrofes e situações de risco, como por exemplo, o enfrentamento de enchentes e situações climáticas adversas.

“Quando fatos policiais urgentes se desdobram simultaneamente em nosso território, solicitamos o apoio da aeronave de Campinas para encarar a operação”, explicou Rasera, quando perguntado sobre a ocorrência de mais um ato de gravidade na região.

A equipe aérea trabalha em conjunto com o policiamento urbano, seja na ótica rodoviária ou ambiental, com capacidade para suportar 670 quilômetros sem reabastecimento.

Para realização dessas operações, o investimento estimado é de R$ 6 milhões. Para os policiais, os Águias agem em missões noturnas com aprovado desempenho.

Somado os chamados desde o período de implantação da base em Piracicaba, os policiais executaram 1.310 missões, localizaram 70 veículos, detiveram 81 pessoas e apreenderam 19 armas de fogo.

Exclusivamente em 2010, 341 missões urgentes foram realizadas.

Fonte: Portal de Paulínia

- Anúncio -

Escreva um comentário

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site.

Comentários que contrariem a lei, a honra e a intimidade serão moderados.

Comentários

comentários