A angústia do cativeiro e a libertação – Um relato de gratidão

- Anúncio -
Print Friendly, PDF & Email

O Casal permaneceu 20 horas em cativeiro. Foram sequestrados na terça, 16/07/2013, às 21:30 e libertados às 17h do dia 17/07/2013.

Relato de gratidão

…Senhor nos dá uma semana de paz e de vitória, mas se for uma semana difícil nos dá graça para suportá-la…” Esta foi parte de uma oração que ouvi de um irmão domingo à noite, e o que ficou no meu coração foi que o Senhor me desse graça para as situações difíceis da vida nesta semana.

resgateseqÉ muito difícil e traumática a experiência de ser sequestrado, principalmente pelas torturas físicas e psicológicas sofridas, mas por mais paradoxal que possa parecer é também um momento de profunda reflexão da vida e de edificação espiritual.

Sou grato a Deus pois sua Palavra, a sua Verdade, é realmente fonte de vida, de esperança, de fortaleza nas horas mais terríveis que já vivenciei. Eu e minha esposa Elian nos fortalecíamos com muitas orações e muitas citações da palavra de Deus nos momentos do cativeiro. Particularmente citei muitas vezes a expressão “nos dá graça para suportar essa situação difícil”.

Um consolo profundo vinha ao nosso coração quando pensávamos que um número muito grande de familiares, amigos e irmãos estavam intercedendo por nós. Pedimos a Deus que atendesse a oração dos queridos.

Por outro lado, é lamentável perceber a situação de manipulação, de malignidade, que aqueles jovens delinquentes se submetiam ao fazer coisas tão horrendas para obter lucros materiais, ambição tão grande pelo que é corruptível e pelo o que é tão efêmero. Minha repulsa pelo materialismo desse mundo só aumentou, ao ver vidas humanas escravizadas ao mais vil comportamento pela ganância ao dinheiro. Ah! Que Deus os ilumine para o caminho da verdadeira riqueza, pois um dia também fomos alcançados pela graça de Deus, para compreender uma realidade superior.

Não queríamos a morte, mas eu e Elian falávamos que estávamos preparados para essa possibilidade, cofiados tão somente de que Jesus é o nosso salvador. É isso que a Bíblia mais fala para o nosso consolo e esperança de que: “Deus que nos amou tão profundamente que deu o seu único filho para que todo aquele que nele crer TENHA a vida eterna”. No entanto, pedíamos a Deus o livramento para continuar nossa vida aqui, esperávamos que esse livramento ocorresse quer pela soltura dos nossos captores, quer pela intervenção policial.

20 horas depois de cativeiro, nunca imaginaria que o som de um helicóptero seria tão agradável aos nossos ouvidos.

Depois de uns 5 minutos ouvindo aquele maravilhoso som, sabíamos que era a polícia, então, nos desamarramos e corremos para uma clareira em frente à casa em que ficamos detidos. Fomos resgatados de maneira extremamente gentil por aqueles que arriscam suas vidas para salvar a de outros.

A Deus nossa gratidão, por todas as autoridades judiciais, legislativas, executivas e por todas as equipes de policiais, tanto militar quanto civil envolvidas em nosso resgate (omitimos aqui nomes das corporações para evitar que alguma delas seja esquecida por nós). Que Deus abençoes as suas vidas e famílias!

A minha família, aos meus amigos, aos meus irmãos, que são minha grande riqueza dada pelo maravilhoso Deus, vocês foram e são fontes de consolo e alegria para continuidade de minha vida. Obrigado pela mobilização, pela intercessão, pelo abraço amigo, não sei mais descrever a importância de vocês.

Que Deus os recompense.

A Deus seja a gloria!


Autor do texto: Rev. Helcio Junior e sua esposa Elian foram sequestrados na terça, 16/07/2013, às 21:30 e libertados às 17h do dia 17/07/2013. Para saber mais sobre os fatos clique aqui.


- Anúncio -

Escreva um comentário

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site.

Comentários que contrariem a lei, a honra e a intimidade serão moderados.

Comentários

comentários